VERDE, MAIS VERDE E OUTRAS COISAS !

Imagem

Estávamos CERTAS!!!!

O verde que já aparece em algumas lojas como prévia do Inverno, vai continuar forte no Verão 2014. Isso mesmo! A Couromoda já antecipou as tendências do próximo verão e decidimos escrever este artiguinho para adiantaro assunto, por conta da reciclagem de armário que muita gente faz agora, no início do ano.

1ª. dica. Nada de doar suas peças verdes! O verde – em todas as suas variantes – vai ser a cor da vez, confirmado pela Pantone. Guarde seus tops, bottons, bolsas e cintos, porque além de continuar usando no Inverno, você vai reusar depois. Peça boa e de qualidade, vai ter vida longa.

Outra coisa que volta renovada – e lá vai a 2ª. dica – é a tendência das estampas de oncinha e de textura de cobra, que geralmente emplaca forte no frio, mas vai ter continuidade depois, principalmente com fundo metalizado. Então, segure as feras com você.

Imagem

O metalizado não parece cansar, porque os tons prateados, dourados e dourados rose, vão fazer parte das confecções e dos acessórios. A diferença é que o dourado vem bem fechado, quase um bronze, contrastando com o bronzeado de sol no corpo.

Imagem

E nada melhor que as cores cítricas e o neon para coordenarem com os metalizados no alto verão.

Tresse, tricô e crochê continuam como detalhes localizados e a boa notícia para a meninada: caveiras e lacinhos se mantêm fortes, entrando sem cerimônia em 2014.

Estampas fortes e vibrantes, parecendo vitrais, aparecem também. Se você tem algo assim no seu armário, mande lavar e guarde…porque vai usar!

Claro que tem mais coisa para o Inverno do ano que vem e isso a gente vê depois.

A ideia é não se desfazer agora do que você vai continuar usando.

Economizando em umas coisas, você pode investir nas novidades.

Já pensou em usar potes de sorvete para organizar suas gavetas?

Que tal usar potes de sorvete para organizar suas gavetas?

Que tal usar potes de sorvete para organizar suas gavetas?

Recebemos essa dica através de uma amiga e vamos compartilhar com você.

Genial para reusar aqueles potes de sorvete que vão empilhando no armário da cozinha, dando a eles uma nova utilidade e liberando o meio ambiente do plástico, que demora muito tempo para se decompor.

Como organizadores, são ótimos para arrumar as gavetas de miudezas, seja nos quartos, na cozinha e no escritório. Para quem tem bebê, uma ótima alternativa para organizar fraldas e paninhos!

Ideal também, para parafusos, arruelas e ferramentas, mantendo separado por finalidade de uso. Com isso, acabam as desculpas do maridão para um consertinho básico de fim de semana!

Adoramos a dica e já estamos praticando!

Bom trabalho!

Aprenda como limpar e conservar tapetes orientais!

Limpar seu tapete oriental deve ser uma operação delicada. Se for delegar a tarefa para uma auxiliar, garanta que ela esteja bem treinada e que cuide deste seu bem querido como se fosse dela! Importante: vai levar tempo e não deve ser feito de forma apressada! Escolha uma manhã ensolarada e quente para o procedimento e aproveite o exercício!

  1. Passe o aspirador, nos dois lados do tapete.
  2. Em seguida, pendure-o ou coloque-o sobre uma cadeira de encosto alto e bata com uma escova ou raquete. Não bata com muita força, apenas o suficiente para soltar a sujeira que o aspirador não pegou.
  3. Retorne o tapete ao local original ou leve-o para um local limpo e amplo – quintal, garagem…
  4. Faça uma diluição de água, detergente e vinagre – usando um detergente neutro e suave – ou aplique um produto apropriado para tapetes e carpetes. Espalhe cuidadosamente com uma escova de cerdas firmes mas não duras. Vai ter que se ajoelhar e limpar todo o tapete, com paciência. Uma dica: coloque os headphones e ouça sua música predileta enquanto trabalha! Aproveite o exercício para fortalecer o “músculo do tchau”! Ah, e não esqueça de limpar também as “franjinhas” do tapete, cuidadosamente, como se passasse shampoo nos cabelos.
  5. Se estiver no meio da sala, pegue um pano-de-chão molhado e “enxágue”o tapete – sem encharcar. Se estiver em uma garagem ou quintal, use a mangueira mesmo. Retire todo o excesso de água com um daqueles rodinhos de pia, cuidadosamente. Se estiver fazendo essa operação na sala – vc não usou a mangueira na sala, né? – seque o tapete com diversas toalhas secas, para absorver toda a umidade!
  6. Deixe secar em local arejado. Use um ventilador, se necessário.

Arrume seus armários e faça duas pessoas felizes! Você, que se livra de bagunça, do que não precisa mais e alguém, que vai ganhar coisas bem legais, que precisa!

Hoje segue um post diferente do que costumamos publicar! Esta manhã estava fazendo uma grande limpeza no armário de roupas e brinquedos das crianças. Puxa, quanta coisa guardada sem uso! Quanta roupa legal que já não servia mais nos pequenos! E brinquedos, então? Algumas roupas foram para a máquina de lavar, roupas caras ou de marca, que merecem uma tentativa de bazar ou venda em brechó. Alguns brinquedos mais queridos foram consertados, pilhas trocadas e foram a alegria das crianças de casa, que fizeram a maior farra, como se tivéssem ganhado brinquedos novos!

No final, após selecionar o que fica e o que vai, o resultado: Quatro enormes sacolas de “coisas legais que já não servem mais, ou que as crianças já não brincam mais e que podem fazer a alegria de outras crianças”.

Fui até uma favela perto de casa – pois é, aqui em São Paulo também há favelas incrustradas em bairros nobres – e deixei duas das sacolas, cheias de brinquedos! Escolhi uma casa que tinha 5 meninas, de diversas idades, brincando na rua. Foi uma alegria. Mais minha do que delas!
A mais velha veio até mim, agradeceu e perguntou se eu tinha roupinhas de bebê para sua menininha – e ela mesma era uma menina!!!!!  Meu próximo projeto: ver com amigas e vizinhas se já fizeram sua arrumação e se têm roupinhas de bebê/menininha para doar!

E você, já doou hoje?

Férias das crianças terminando? Hora de fazer arrumação!

As férias vão chegando ao fim, as famílias começam a se preparar para voltar para casa, termina aquela viagem dos sonhos! Preparados para voltar à rotina de trabalho e estudos? Nunca estamos, né? Mas uma coisa é importante sempre estarmos preparados: deixar nossa casa arrumada, livre das “tranqueiras”que vão se acumulando e deixando nossos armários e gavetas abarrotados!  Quem tem criança, sabe! Elas crescem e “perdem” roupas e sapatos. Brinquedos quebram. Pecinhas de jogos espalhadas por diversos armários e caixas. As crianças enjoam de bonecos e carrinhos…enfim, uma montanha de coisas dentro do armário que literalmente cai na sua cabeça quando você abre a porta!

Então mãos-à-obra e aproveite as semaninhas que a criançada ainda está em casa e peça ajuda na arrumação.

Roupas/Sapatos: vasculhe as gavetas e prateleiras em busca do que já não serve mais. Lave e guarde o que vai virar herança para irmãos e primos menores. Do que sobrar, separe o que está em estado de novo e pode ser vendido, do que está usadinho e você acha que tenha condições de doar. Se tem funcionários na casa – que podem levar as doações – melhor. Se não, busque uma instituição e doe. O que você achar que tem condições de ser vendid, você pode levar para os mais diversos brechós da cidade – tem aqueles com loja e tem os virtuais. Veja o que pode virar pano de limpeza! Aquela camiseta da malha que está a ponto de ser jogada fora de tão manchada ou rasgada pode virar um excelente pano para móveis ou pano-de-chão. Quando for arrumar as gavetas e prateleiras, procure organizar por tipo de roupa: camisetas em uma gaveta, shorts e calças em outra, cuecas/calcinhas e meias em outra e assim por diante. Para os mais organizados, pode ainda colocar etiquetas para ajudar a criança a achar o que precisa e a sua funcionária, a manter arrumado. Evite pendurar roupa em cabide onde seu filho/filha não alcança!

Brinquedos e jogos: Retire TUDO de caixas e prateleiras e espalhe pelo chão. Pegue 4 sacos de lixo de 100 litros/cada. Peças quebradas, pilhas velhas vão direto pro saco do LIXO – se reciclar, separe as pilhas em um saquinho menor. Separe os brinquedos por categoria: bonecos, carrinhos, jogos de montar, kits de pintura/artes, etc. Se você for do tipo democrático, cuidado para não abrir muitas concessões e acabar sem se livrar de nada! Explique que você precisa abrir espaço para os brinquedos que vão vir nas próximas datas como aniversário, Dia das Crianças e Natal e que se as caixas e armários continuarem lotados, não vai dar para ganhar mais brinquedos! Peça para as crianças escolherem 3 dos brinquedos prediletos em cada categoria. Em seguida, peça para eles pegarem mais 1 de cada categoria que, apesar de não fazer parte dos prediletos, eles não querem se desfazer. Do que sobrou, separe em um dos sacos aqueles que você vai deixar de HERANÇA para irmãos e primos menores. Agora você pode liberar as crianças e continuar a arrumação sozinho (a). Do que sobrou, vá juntando as peças que compões jogos e brinquedos de montar. As peças que não fazem conjunto e não têm utilidade sozinhas, vão para o saco do lixo. Os brinquedos em perfeitas condições, com um certo valor, podem ser vendidos. Separe-os no saco VENDER. Brinquedos quebrados, mas que têm conserto podem ser doados. O que estiver em péssimas condições como bonecas sem braços, carinhos sem roda, etc, devem ir pro LIXO – o que for reciclável pode ir para a lixeira específica.

Kits de arte: Lápis, caneta, toco de giz de cera, pincéis, aquarela, tintas, palitos…Aqui nada se perde! Junte tudo, por tipo, em saquinhos plásticos tipo Zip e coloque em uma caixa bonita de madeira ou em caixas de sapato que as crianças podem decorar. Sempre vai haver oportunidade para construir sucatinhas e outras obras-primas! As massinhas de modelar ressecadas e os toquinhos de lápis que não dá mais para apontar vão para o lixo reciclável.

Na hora de guardar: para o que não vai em armários ou prateleiras, abuse das caixas organizadoras transparentes com tampas! Organizam tudo por categoria, são fáceis de lidar pois você consegue identificar rapidamente o conteúdo e ainda ajudam a decorar!

Bom, isso não é tudo, mas já é um começo! Você vai ver quanto espaço vai liberar e, melhor de tudo: a criançada vai aproveitar muito mais o que sobrar, pois na hora de se vestir vai achar com mais facilidade o que mais gosta e que ainda serve e, na hora de brincar, vai VER os brinquedos que realmente gosta, pois não estarão enterrados no meio da bagunça! Além disso, levando coisas para vender no brechó, ou você sai com uma graninha, ou compra outras coisas bem legais para as crianças, que você sabe que elas vão usar!

Organizando a papelada: prático de guardar, fácil de achar!

Sabe aqueles momentos enlouquecedores em que temos que procurar documentos, contas, demonstrativos ou notas fiscais, dentre toda aquela papelada que vai sendo acumulada sem muita organização? Uma hora acontece: justo aquele documento que a gente precisa para uma reunião, entrevista, preencher um formulário, renovar um contrato…não acha de jeito nenhum! E toca ir atrás de segunda via, uma trabalheira danada, perda de tempo e até de oportunidades de negócio, para depois achar o que procurava em um cantinho escondido ou em uma pasta caída atrás do armário. Neste artiguinho vamos dar algumas dicas práticas de como fazer a arrumação de sua papelada doméstica de forma eficiente tanto na utilização de seu espaço, como na praticidade para guardar/encontrar o que você precisa.

Existem diversos métodos de organização de documentos. Você pode optar pelo meio virtual – passando todos os documentos, comprovantes, recibos, etc pelo scanner ou tirando fotos e guardando cópias em seu hard drive, CDs ou em um dos muitos espaços disponíveis na internet, como Google Docs, Evernote, dentre outros – ou, se você for menos tecnológico (a), pode fazê-lo concretamente mesmo, utilizando métodos de organização por CATEGORIAS e DATAS.

Para começar: procure pastas, caixas, arquivos adequados a seu estilo pessoal e ao espaço disponível. Lembre-se que arquivos, caixas e pastas também servirão como itens de decoração, além do aspecto prático da organização!

Quando o assunto for DOCUMENTOS – e aqui você pode até ter cópias virtuais, mas as originais precisam estar em um lugar seguro e de fácil accesso – o ideal é manter uma pasta única para todos os documentos de identificação pessoal, seus e de seus familiares. Nesta pasta ficarão os originais de certidões, carteiras de identidade, carteirinhas de convênio, vacinação, CPF, título de eleitor, recibos de votação e afins, bem como suas respectivas cópias autenticadas. Os passaportes também devem ficar nesta pasta e seria bom ter também guardada uma cópia da página com o número do passaporte e os respectivos dados de validade. Passaportes expirados sem vistos válidos podem ser mantidos para recordação, mas presos com elástico separados do seu passaporte válido para evitar confusão na hora de viajar. Organize os documentos POR PESSOA em sacos plásticos tipo “ziplock” para facilitar na hora da consulta e guarde os sacos em caixas decoradas ou naquelas pastas quadradonas, fechadas com elásticos ou ainda aquelas pastas tipo portfolio, bem chiques, forradas em tecido ou couro com diversos compartimentos fechados com zipper. Seus documentos ficarão bem protegidos e guardados de forma prática para uma consulta rápida. Mantenha esta pasta de documentos em local de fácil acesso para você, mas não para seus funcionários domésticos – dê preferência para gavetas ou armários fechados com chave.

Para guardar recibos de contas, impostos parcelados, MENSALIDADES em geral – como contas de consumo, aluguel, condomínio, cartão de crédito, escolas, cursos, academias, seguro saúde – o ideal é arquivar por MÊS! Isso mesmo! É uma dica de organização do exército que realmente funciona. Você pode ter uma caixa plástica, daquelas transparentes com pastas suspensas e arquivar os recibos das mensalidades em 12 pastas, uma para cada mês ou ainda optar por uma pasta sanfonada com uma etiqueta externa CONTAS/MENSALIDADES/TRIBUTOS. Ao final do ano, é só guardar a caixa/pasta sanfonada do ano que terminou e começar outra para o ano novo. Uma coisa boa que as empresas prestadoras de serviços começaram a fazer é enviar o recibo de quitação  de pagamentos do ANO que passou, que substitui todos os recibos mensais que você guardou no ano. Bom, né? Mas na dúvida, guarde também os mensais, pelo menos por enquanto!

Para itens que prepresentam seu PATRIMÔNIO, trabalhe com CATEGORIASAUTOMÓVEIS (moto e barco também); IMÓVEIS; SAÚDE; ELETRODOMÉSTICOS/ELETRÔNICOS – use aquelas pastas quadradonas tipo escolar, fechadas com elásticos. Nestas pastas que representam patrimônio físico e pessoal, coloque não somente os documentos mais duráveis, como notas fiscais, manuais, certidões, apólices, contratos, como também os recibos de pagamentos, multas e afins que foram feitos em uma única parcela e não correspondem a mensalidades fixas. Na pasta SAÚDE, você pode ir também guardando histórico de exames, diagnósticos, tratamentos, receitas médicas – principalmente no caso de crianças. A declaração de Imposto de Renda deve ter uma pasta específica. Use aquelas pastinhas em “L” ou sacos plásticos A4 transparentes para organizar a documentação do IR de forma ANUAL e vá guardando as pastas/sacos em uma daquelas pastas de plástico que usou para  aorganização de seu PATRIMÔNIO. Quem tem funcionários domésticos pode abrir uma pasta de CATEGORIA chamada FUNCIONÁRIOS, onde são guardados recibos de INSS, fichas cadastrais, atestados, cópia de documentos e afins. Se você tem tempo para caprichar um pouco mais, pode usar caixas ou fichários que colaborem para a decoração, organizando os papéis das categorias PATRIMÔNIO em sacos plásticos – com furinhos para os fichários ou com fecho zip para caixas.

Para as contas que não estão em débito automático, seria legal também ter uma pasta com a etiqueta : A PAGAR. Nesta pasta, que fica sempre sobre a mesa do escritório ou em  uma prateleira bem à mão,  você vai colocando boletos, faturas, carnês e sempre dá uma olhadinha para ver o que está para vencer. Para quem tem muita conta a pagar e não quer se perder com as datas de pagamento: você pode ter uma daquelas pastas sanfonadas com os dias do mês e colocar as contas no espaço de dois dias antes do vencimento.

Se usar este sistema, você terá tudo organizadinho e pouco espaço consumido:

(a) Uma pasta portfolio com todos seus DOCUMENTOS pessoais em uma gaveta ou armário de fácil acesso.

(b) Uma caixa plástica com pastas suspensas ou uma pasta sanfonada POR ANO para recibos de MENSALIDADES. Ao final do ano esta caixa/pasta sanfonada vai para uma prateleira superior ou para o fundo de um armário, onde ficará por 5 anos.

(c) Algumas pastas, caixas ou fichários para as  CATEGORIAS – não mais do que 5 –  que devem estar identificadas com etiquetas e guardadas em local seguro, mas de fácil acesso

Lembre-se ainda – ao descartar contas e documentos – a cada ano você irá descartar as pastas com os recibos com mais de 5 anos – você deve eliminar toda e qualquer referência ao seu nome, endereço e número de documentação, a fim de evitar o roubo de dados pessoais e a utilização em documentos falsos. Se puder, use uma fragmentadora que fará esse trabalho para você de maneira bem eficaz.

Bom trabalho!