PÉROLAS

artigo pérolasPérolas são lindas e nunca saem de moda. Para um estilo clássico e chic, ou até mesmo para valorizar um visual mais básico, pérolas aparecem nos mais diversos formatos, cores e combinações.

A beleza das pérolas vem sendo admirada pela humanidade desde os tempos da antiguidade e foram encontradas até em tumbas do antigo Egito.

As pérolas naturais se desenvolvem dentro de moluscos que vivem em conchas, no mar ou em água doce. Quando algum corpo estranho entra na concha , seja um parasita ou um grão de areia, incomoda o molusco que desencadeia um processo de auto-proteção, formando uma membrana ao redor do corpo estranho, sobre a qual vai secretando camadas de nácar. O formato final tende a ser um pouco irregular uma vez que é determinado pela forma do corpo estranho que iniciou o processo.  Pérolas naturais são muito raras e por conseqüência, as mais caras. Pérolas cultivadas são obtidas a partir da inserção de um corpo estranho – um objeto colocado propositalmente dentro da concha – que provoca o processo. Da mesma forma que a pérola natural, é o formato deste objeto que determinará o formato final da pérola cultivada. A maioria das pérolas vendidas são cultivadas e os principais fornecedores são China e Japão.

E como cuidar de suas pérolas?

O ideal é guardá-las separadamente, para evitar que sejam riscadas por outras jóias.  Não há um consenso quando o assunto é umidade e pérolas. Há quem afirme que por serem orgânicas e virem da água, pérolas gostam de umidade e se colocadas em ambiente seco demais, podem sofrer pequenas rachaduras em sua superfície. Outros afirmam que sujeita à umidade, a superfície da pérola amolece, prejudicando seu brilho e  longevidade. Na dúvida, evite submergir qualquer tipo de pérola – natural ou cultivada –  e guarde em um saquinho de seda, nunca de plástico. Evite o contato com cosméticos ou qualquer produto químico. Ao limpá-las use um paninho bem macio, fazendo movimentos circulares para lustrar sua superfície. Para manutenção, procure um joalheiro especializado. Quando montadas em colares, o ideal é que tenham um nozinho entre cada pérola, para evitar que fiquem em atrito umas com as outras. Não use suas pérolas quando fizer exercícios, para evitar contato com o suor – o contato com a oleosidade natural da pele é benéfico e deixa a pérola brilhante, mas a acidez do suor pode prejudicá-la. Ao lavar as mãos ou tomar banho, retire-as para evitar contato com sabão ou shampoo – e nunca mergulhe na piscina clorada com elas. Quando for usá-las, deixe para colocá-las no final de sua produção,quando já estiver de saída, assim você evita contato desnecessário com sua maquiagem, perfume, spray de cabelo e afins.

Há quem diga que é bom tomarem um banho de mar de vez em quando. Não achamos referências a respeito, parece ser mito. A recomendação é não submergir suas pérolas – principalmente colares e pulseiras que são montadas em fios, para evitar o acúmulo de umidade no interior dos pequenos furos.

No mais, use e abuse de suas pérolas…as de sua bisavó, de sua avó, de sua mãe e também aquelas que você ganhou ou comprou outro dia!!!!

 Fique linda!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s