Olha o VERDE aí chegando !

Já é possível ver em algumas lojas, tops na cor verde como novidade da estação. Com as liquidações bem adiantadas, muitas marcas já começam a incluir pitadas de inverno para mostrar algo diferente e parece que o verde é a cor da vez. Se você tem peças na cor VERDE em seu armário, inclua todas elas no seu dia a dia, a partir de agora. Usando da maneira certa, você estará “up to date” com as tendências do Inverno 2013.

Seguindo os lançamentos europeus, as variantes verde folha e verde militar foram recicladas e incluídas na nova cartela de cores. Aliadas ao preto, marrom e Off White, vão compor um look casual e também chique para o dia e para a noite da nova estação.

Mas e agora, em pleno verão?

Abuse de tops na cor verde com bermudas e calças jeans de lavagem clara e complemente com acessórios prata e prata velho. Para um look mais chique, coordene com bermudas e calças brancas e adorne com joias e bijus douradas.

Se tiver no armário, não precisa gastar. Depois do carnaval, vale a pena dar um pulo nas lojas, para se atualizar.ImagemImagem

COURO E INVERNO: dupla chiquérrima!

Com a chegada dos dias frios e úmidos, logo nos vemos procurando por casacos e jaquetas de couro, sem falar nas botas que nos esperam pacientemente durante o verão. Essas peças que ficaram mais de 6 meses sem ver a luz do sol precisam de alguns cuidadinhos antes de figurar magnânimas em nossas produções. Tire suas peças de couro do armário e deixe-as respirar por um dia em local arejado e claro. Não exponha diretamente ao sol, pois o couro é uma pele natural, sujeita a manchas assim como a nossa pele. Para as peças de couro liso, depois de arejadas, passe um pano seco (pano de pó é ótimo), a fim de tirar o pó acumulado – além de limpar, vai devolver o brilho natural da peça. Se nessa operação você perceber machas, umedeça um pano limpo sem felpa (sem fiapos) e passe na mancha. Deixe novamente secar em local arejado e passe o pano seco novamente em toda peça. Se a mancha persistir, a única coisa que você pode tentar fazer em casa, sem causar danos à peça, é diluir um pouco de sabão neutro líquido ou xampu de bebês, em um pouco de água e esfregar gentilmente na mancha. Depois, tire o sabão com um pano úmido apenas com água. Se ainda assim a mancha não sair, leve sua peça em uma lavanderia especializada em couros. Se o couro estiver ressecado, aplique vaselina liquida – derrame um pouco de vaselina em um pano limpo e seco, sem encharcar e passe de maneira homogênea por toda peça. Não se prenda em um único pedaço, assim você evita manchas ou diferenças de brilho e textura.

Para camurças e nobuck, depois de arejadas, as peças devem se escovadas com escovas de metal ou com cerdas duras, sempre na mesma direção; não use pano úmido e nenhum produto químico. Para esses materiais, aconselhamos levar em lavanderias especializadas para se tirar manchas, devido à dificuldade de se manter a peça homogênea, sem danos localizados.

Lembre-se sempre que o couro é uma pele natural, que possui poros e requer todos os cuidados que a nossa pele precisa – contato com o ar, hidratação, proteção contra produtos químicos e contra o sol. Por isso precisa de uma atenção especial quando usado –  certifique-se de que todas as peças possuam forro – o contato direto com o suor da pele que é gorduroso, provoca manchas difíceis de serem removidas. Na falta de forro, use camisetas e meias como opção. Se você tomar chuva com seu casaco, bota ou bolsa, não se desespere – ao chegar em casa, passe um pano absorvente por toda a peça e deixe-a secar em local arejado. Evite opções artificiais como secadores de cabelo ou secadoras de roupa – o ar natural e um dia de descanso resolverão o problema. Se a chuva tiver sido muito violenta, você pode colocar a peça no sol, por pouco tempo, coberta com um lençol para protegê-la. Nunca guarde uma peça de couro úmida em seu armário. Também não guarde em capas ou sacos plásticos que impedem a respiração: prefira o TNT ou deixe-os ao natural. Você pode guardar casacos e jaquetas do avesso, desde que em cabides revestidos, para não marcar o couro. Também evite dobrar o couro, pois as dobraduras podem marcar a peça definitivamente. No caso de bolsas, guarde-as na vertical, se possível com enchimento interno. Se você precisar passar uma peça de couro faça-o com muito cuidado, com ferro morno e com um tecido de proteção.

O mercado oferece produtos prontos para a limpeza e conservação de couro, camurça, napa e outros materiais naturais – se optar por eles, leia muito bem as instruções ou converse com o fabricante, pois o uso incorreto pode causar danos irreversíveis à peça. E na dúvida de como cuidar de sua peça, procure as lavanderias especializadas – apesar do custo mais alto, vale o investimento em uma peça que faz a diferença no visual do dia a dia, não acha?